segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Falecimento do Pe. Toninho: Lágrimas na terra, festa no céu.

Padre Antônio Aparecido da Silva, mais conhecido por Pe. Toninho, ontem, (no dia 17 de dezembro), partiu para a eternidade. O povo negro organizado, seus familiares, as comunidades eclesiais que ele serviu com discípulo missionário, choram o seu falecimento. Mas, com certeza, os céus celebram, fazendo soar os atabaques, que anunciam o festivo e vitorioso anúncio: “vinde bendito de meu Pai” , para o solene ingresso no eterno Quilombo Páscoa.

Pe. Toninho nasceu em Lupércio, uma pequena cidade no interior de São Paulo, em 28 de novembro de 1948. Foi ordenado presbítero em 1976. Fez pós graduação, em Teologia Moral, na Itália. Foi nomeado por D. Evaristo Arns Reitor da Faculdade de Teologia da Arquidiocese de São Paulo. Por dez anos foi pároco da Igreja Nossa Senhora da Achiropita tornando-a casa e escola da fraternidade racial. Realizou um profícuo trabalho como Diretor Provincial da Congregação Orionita, valorizando o sonho do fundador da mesma em relação à África e aos afrodescendentes. Inspirado no carisma da Congregação orionita Pe. Toninho destacou-se como um sacerdote ícone do entusiasmo que a Igreja deve ter no trabalho com o povo negro.

Os grandes estudos, documentos e realizações da Igrejano Brasil e na América Latina, direta ou indiretamente relacionados ao povo negro, depois do Concilio Vaticano II, tem substancial contribuição do Pe. Toninho.

Sua atuação foi de fundamental importância na solecitude da Igreja pelos afrodescendentes, durante a preparação e a realização da Campanha da Fraternidade sobre o negro, em 1988, tendo como lema “Ouvi o clamor deste povo”.

Ele protagonizou a criação da Pastoral Afrobrasileira; criou e acompanhou vários grupos de reflexão e produção de subsídios, entre eles o Atabaque. Assessorou com muita competência o secretariado de Pastoral Afro-americana ligada ao Conselho Episcopal Latino-americano e do Caribe – CELAM.

Pe. Toninho foi, sem dúvida, um dos mais importantes e influentes Agentes de Pastoral Negros do Brasil, nos últimos tempos.

Em profunda sintonia com o Movimento Negro Civil, ele, com freqüência desafiava seus companheiros de caminhada a assumir a pastoral “afro”, como um imperativo do Evangelho de Jesus Cristo. Temos, dizia ele, uma missão cristã aguda, urgente e muito delicada, que passa pela promoção da auto-estima; pela luta incondicional contra todo o racismo e a discriminação racial; pelo diálogo religioso e cultural; pelas políticas de ações afirmativas geradoras de cidadania a pleno título e pelo processo de inculturação na ação evagelizadora da Igreja.

A tristeza e a saudade que sentimos com o falecimento do Pe. Toninho, são amenizadas com a certeza cristã de sua ressurreição em Cristo. Pois ele viveu a fé; viveu e promoveu a esperança dos pobres (DA 395) e amou com o melhor do seu coração, o Dom de Deus presente na negritude.

Agora, no Quilombo Páscoan, com certeza já está intercedendo por todos nós, que “gememos, choramos e por seu testemunho lutamos neste vale de lágrimas”, por uma sociedade mais justa e solidária, a caminho do mergulho eterno no Axé de Deus, em comunhão com os bem-aventurados quilombolas do céu.


Um comentário:

Valmir disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

menina quilombola

menina quilombola

Tributo michael jackson

Tributo michael jackson
Acriílico sobre tela 15x25

Xangô

Xangô
Téc acrílico sobre eucatex 50x24 ano 2008

O ser

O ser
Téc acrílica sobre tela 50x40 ano 2008

Aprincesa

Aprincesa
Téc acrílica sobre tela 60x120 ano 2008

A princesa

A princesa
texto do escudo!

Guerreiro Urbano

Guerreiro Urbano
téc mista sobre tela 50x70 ano 2008

Ocurandeiro

Ocurandeiro
acrílico sobre tela 80x100 ano 2008 obra da exposição Resgate da Cultura Africana na galeria de artes da UFPEL RS

Grito da Periferia

Grito da Periferia
téc mista 63x84 ano 2004 premiado no 1º salão de arte Afro no Memórial do Rio Grande do Sul em Porto Alegre em 2005 a periferia gritando por saniamento basico educação moradia segurança emprego e respeito este são os anseios do povo das periferias de todo o mundo!

Cristo Fragelado

Cristo Fragelado
Acrílico sobre tela 60x83 ano 2005 uma releitura da escultura de Francisco de Lisboa (o alejadinho) uns dos maiores escutores e pintor brasileiro!

cristo

cristo
téc acrílica sobre cartona 2007 uma homenagem p/ o artista Francisco de Lisboa (O Alejadinho )

Transformação

Transformação
téc acrílico sobre painel 1mx1m 60cm ano 2003

começo da vida

começo da vida
téc mista 50x60 ano 2004

Alma bovina

Alma bovina
téc óleo sobre cartona 63x46 ano 2000 este quadro foi pintado com o seguinte objetivo protestar contra a matansa dos boi nas touradas

Júlia

Júlia
óleo sobre tela 60x70 ano 2008 encomenda de cliente de Orlando Flórida USA para Córdoba Argentina

Júlia

Júlia
Obra inacabada,ainda nos retoques finais a foto acima ela foi retirada da armação de madeira, para entrega do trabalho

boby o pensador

boby o pensador
téc acrílico sobre cartona 2007 estilo quadrinho

boby sorrindo

boby sorrindo
téc acrílico sobre cartona 2007 estilo H. Q.

formiga da fenadoce 2007

formiga da fenadoce 2007
téc fibra de carbono 2m x 2m escultor jonas s, projeto Daniela p. pintura paulo c.

formiga Afro

formiga Afro
exposição na fenadoce 2007 valorizando a cultura Afro

Lavadeiras do Arroio Sta Bárbara

Lavadeiras do Arroio Sta Bárbara
Exposição na UCPEL 2007

negrinho do pastoreio

negrinho do pastoreio
téc acrílico sobre tela 90x120 ano 2005

As lavadeiras do Arroio Sta Bárbara

As lavadeiras do Arroio Sta Bárbara
téc acrílico sobre tela 120x90 ano 2005 tempo em que o Arroio Sta Bárbara era utilizado pelas lavadeiras negras da cidade de Pelotas Rs

Paola

Paola
téc acriílica sobre papelão 50x60 ano 1993

Quilombos Urbanos

Quilombos Urbanos
Zé Darci , Laura , paulo., Edislaine ,Denise, Rejane da agencia da arte na exposição de verão no laranjal 2008

exposição na casa de verão na praia do laranjal Pelotas rs

exposição na casa de verão na praia do laranjal Pelotas rs

pessoas iluminadas enchendo de energia positava a exposição dos quilombos urbanos casa de verão lar

pessoas iluminadas enchendo de energia positava a exposição dos quilombos urbanos casa de verão lar

Exposição na casa de verão praia do laranjal

Nossa Senhora Aparecida

Nossa Senhora Aparecida
téc mista 48x55 2004

A cliente

A cliente
acrílico sobre tela 70x90 data 2008